Aprender Francês com Vídeos #005
Apprendre le Français avec des Vidéos:
Easy French – La musique contemporaine

1601
0
SHARE

Bonjour à Toutes et à Tous! Este post faz parte da série “Aprendendo Francês Com Vídeos” que ajuda muito o aprendizado e aperfeiçoamento da língua francesa com recursos áudio-visuais. A memorização acontece de forma automática e sem esforço com estes recursos. É o que eu sempre falo que ver, ouvir e repetir é igual a falar. Simples assim! Portanto, assista o vídeo, veja a legenda, se houver dúvida siga a transcrição e a tradução que já colocamos para vocês se acostumarem com o vocabulário e aprender Francês Fluente de uma forma natural e sem esforço tá bom?! Com os posts Aprendendo Francês com Vídeos, Falar Francês Fluente nunca foi tão fácil! Uma forma de contribuir com os produtores destes vídeos é clicar em “GOSTEI” na reprodução do vídeo. Amusez Vous Bien!!

Flag_of_France.svg

Apprendre le Français avec des Vidéos

Bonjour et bienvenue dans Easy French, aujourd’hui nous allons demander aux gens ce qu’ils pensent de la musique contemporaine.
Que penses-tu de la musique actuelle, contemporaine?
C’est pas trop ce que j’écoute en fait.
D’accord.

Et pourquoi tu n’écoute pas trop ce genre de musique?
C’est pas mon genre de musique.
– D’accord!
Et je pense qu’aujourd’hui, la musique qu’on écoute sur toutes les radios, c’est toujours la même musique.
Donc, qu’on soit sur Fun Radio, NRJ, n’importe quelle radio on tombe toujours sur la même musique, très commerciale, tout ça.

Et je pense qu’aujourd’hui, techniquement, c’est le média qui nous influence dans ce qu’on va écouter et dans ce qu’on ressent par rapport à la musique.
Si tu devais décrire la chose, tu dirais que c’est banal ou…?
C’est trop retouché, c’est trop…
déjà vu.

C’est plus, c’est plus comme à l’époque du vingtième siècle ou des années cinquante où la musique, c’était différent, n’importe quelle musique pouvait être appréciée par les gens alors qu’aujourd’hui, c’est clairement toujours la même chose qui revient.
C’est très vaste comme question, si vous avez l’intention de dire que…
c’est pas forcément dans un espace donné quand vous dites contemporain.

C’est d’abord une expression, c’est une forme d’expression qui s’explique par la musique ou la peinture ou par une autre forme d’art.
ça reste avant tout un moyen d’expression.
Donc tu crois qu’on perd la notion de choix?
Le choix?
Au niveau musical, je pense.

Clairement, c’est quelque chose qui nous est quasiment imposé en fait dans le fond.
La music pop actuelle…
C’est vachement abrupte comme question.
Alors, ce serait pour savoir ce que vous pensez de la musique contemporaine.
Mais, le plus grand mal en fait.
c’est une soupe infâme faite pour abrutir les auditeurs.
Voilà, c’est un nivellement par le bas où la qualité est totalment absente.

Deux, elle répond aussi à quelque chose d’autre, à un caractère universel.
Donc toute musique doit être un moyen d’expression et de caractère universel.
Voilà, à mon sens.
Pensez-cous d’autre part que nos choix musicaux et nos goûts musicaux sont influencés d’une certaine manière par la radio, internet, les médias en général.

Et pensez-vous que tout ceci exerce une influence sur nos goûts musicaux?
Oui, c’est évident parce que tout ce qu’on va écouter à la radio, ça va peut-être nous plaire.
On va rechercher les musiques auxquelles on a accroché.
On va aller chercher les artistes.

Evidemment que les médias influence tot ça parce qu’il y a plein d’artistes qu’on ne connait pas, qui ne sont pas médiatisés, et évidemment on va pas aller les chercher, les connaître.
Oui, certainement, par touts les médias.
Oui, oui, Internet de plus en plus.

Puisque bon, dans le domaine de la musique, la peinture, la littérature, le conéma, l’art en général, je vous dis, il y a aussi un nivellement par le bas où on fait croire aux gens qu’ils ne peuvent as vivre sans avoir vu ça ou ça, ou écouté ça ou ça, ou lu ça ou ça.
Ouais, je pense que Ouais.
– D’accord.

Et jusqu’à quel point tu penses que c’est quelque chose de mauvais, que…?
C’est pas mauvais en soi.
Mais c’est, m’enfin, c’est de plus en plus ça et ils font plus gaffe aux paroles.
Ils font plus gaffe à la musique en elle-même, voilà!
– Okay!
Merci beaucoup!

La musique, en plus d’être un moyen d’expression, reste un domaine d’exploration commerciale.
Voilà ce qu’il y a peut-être lieu de dire maintenant.
Et des formes d’expression telles qui existaient auparavant me semblent un peu dénaturées en ces temps modernes.

Elle reste, la forme d’expression mais c’est beaucoup plus édulcoré par l’exploitation commerciale.
Voilà ce que je peux vous dire très brièvement.
Voilà!
Je vous remercie.
– Merci!

C’est l’apanage, je dirais, de gros trusts qui ont évidemment l’intérêt de vendre le plus possible aux masses quoi, voilà!
Du coup on peut éteindre notre télé ou notre radio et essayer de trouver une autre façon d’écouter de la musique comme sur internet ou des choses comme ça?
Sur internet, je veux bien.

Mais le problème c’est que, si l’on vient à chercher sur internet de suite, on va tomber directement sur toujours les mêmes musiques qu’on écoute donc toujours à la télé ou à la radio.
Trouver de la musique différente qui change, c’est difficile aujourd’hui.
Parfait!

Flag_of_Brazil.svg

Aprender Francês com Vídeos

Olá e bem-vindos ao Francês Fácil, hoje nós vamos perguntar às pessoas o que eles pensam de música contemporânea.
O que você acha da música atual, contemporânea?
Este não é o que eu escuto muito na verdade.
Ok.
.

E por que você não ouve muito esse tipo de música?
Este não é o meu tipo de música.
– Tudo bem!
E eu acho que hoje, a música que ouvimos em todas as estações de rádio, é sempre a mesma música.
Então, se você está no Fun Radio, NRJ, qualquer rádio sempre cai na mesma música, muito comercial, tudo isso.

E eu acho que hoje, tecnicamente, é a mídia que nos influencia em o que vamos ouvir e o que sentimos em relação à música.
Se você tivesse que descrever a coisa, você diria que é banal ou …?
É muito retocado, é exagerado…
já visto.
.

Não é mais, não é mais como na época do século XX ou nos anos 50 onde a música era diferente, qualquer música poderia ser apreciada por pessoas enquanto hoje, é claramente sempre a mesma coisa que volta.
Esta questão é muito ampla como se você pretende dizer que …
não é necessariamente em um determinado espaço quando você diz contemporânea.
.
.

É principalmente uma expressão, é uma forma de expressão que se explica pela música ou pela pintura ou qualquer outra forma de arte.
permanece essencialmente um meio de expressão.
Então você acha que nós perdemos a noção de escolha?
A escolha?
Musicalmente, eu acho.

Claramente, isso é algo que nós realmente imposto no fundo.
A música pop atual…
É realmente abrupto como pergunta.
Então, seria para saber o que você acha da música contemporânea.
Mas, o maior mal já feito.
é uma sopa infame feita para os aborrecer os ouvintes.
É isso, é um nivelamento pelo fundo onde a qualidade é totalmente ausente.
.

Dois, ele também responde a alguma outra coisa, a um caráter universal.
Então, toda a música deve ser um meio de expressão e de caráter universal.
É isso, na minha opinião.
Em segundo lugar que nossas escolhas musicais e os nossos gostos musicais são influenciados de alguma forma pela rádio, internet, mídia em geral.

E você acha que tudo isso tem uma influência sobre os nossos gostos musicais?
Sim, isso é óbvio, porque tudo o que vai ouvir no rádio, vai talvez nos agradar.
A gente vi procurar as músicas as quais nós somos ligados.
Vamos escolher os artistas.

Obviamente os meios de comunicação influenciam isso tudo, porque tem uma abundância de artistas que não conhecemos, que não são divulgados e, obviamente, a gente não vai buscá-los, conhecê-los.
Sim, certamente, por todos os meios de comunicação.
Sim, sim, a Internet cada vez mais.

Assim, no domínio da música, pintura, literatura, o cinema, a arte em geral, eu te digo, tem também um nivelamento pelo fundo, onde faz as pessoas acreditam que não podem sem terem visto isso ou aquilo ou escutar isso ou aquilo.
Sim, eu acho que sim.
– Ok.
.

E até que ponto você acha que é algo ruim, que …?
Isso não é ruim em si.
Mas é finalmente e cada vez mais eles fazem embaraço com as palavras.
Eles fazem mais embaraços com a música em si mesma, é isso!
– Ok!
Muito Obrigado!
.

A música, além de ser um meio de expressão se mantém uma área de exploração comercial.
Isso é o que talvez podemos dizer agora.
E de formas de expressão tal que existia anteriormente me parece um pouco artificial nestes tempos modernos.

Ele permanece, a forma de expressão mais muito mais adoçado pela exploração comercial.
Isso é o que eu posso lhe dizer muito brevemente.
é isso!
Eu te agradeço.
– Obrigado!

É a prerrogativa, eu diria, grandes trusts que obviamente interesse em vender o máximo possível para a massa o que é!
Assim, podemos desligar a nossa TV ou rádio nossa e tentar encontrar uma outra maneira de ouvir música como a internet ou coisas assim?
Na internet, eu estou disposto.

Mas o problema é que, se trata de pesquisar na internet em diante, ele vai cair diretamente no sempre a mesma música assim que nós sempre ouvimos na TV ou na rádio.
Encontrar música diferente que muda a gente, isso é difícil hoje.
Perfeito!

Genial não é mesmo?! Este é um tipo de trabalho muito eficiente para o aprendizado da língua francesa e eu espero que você tenha gostado do vídeo de hoje e da transcrição/tradução! Como sempre, não deixe de visitar o vídeo no Youtube e dar o seu “gostei”, pois assim você está ajudando o trabalho dos criadores desses vídeos incríveis!

Merci et à bientôt….

SHARE
Previous articleAprender Francês com Músicas #004
Apprendre le français avec des chansons:
Édith Piaf – Non, Je Ne Regrette Rien
Next articleAprender francês com músicas #005
Apprendre le français avec des chansons:
Grégoire – Rue Des Étoiles
Bonjour! Eu sou Brasileiro, e me mudei para Genebra em 2004 sendo o meu único idioma o português brasileiro. Depois de passar por dificuldades financeiras e até mesmo de saúde e, mesmo estudando de forma tradicional com gramática, verbos etc e não conseguir resultados, resolvi criar o meu próprio método de aprendizado. Assim tive resultados extraordinários e em 6 meses eu já estava falando fluentemente a língua francesa. Resolvi colocar em prática o meu método com outros idiomas e em alguns meses eu já falava também o Italiano, o Espanhol e o Inglês. Conclusão: FUNCIONA! Então me candidatei a ser professor voluntário na Universidade de Genebra UOG, para consolidar minha metodologia ensinando pessoas carentes e que necessitavam falar francês: Filipinos, Brasileiros, Bolivianos, Portugueses, Espanhóis, Japoneses,, Chineses, Indianos entre outros. Foi simplesmente indescritível toda cultura e riqueza em cada aula dada. Gratidão de ser o que sou: Professor de Francês para Adultos: A FALA EM PRIMEIRO LUGAR! À bientôt...